Europa gótica

Picture
A baixa idade media ou o período gótico, é caracterizado essencialmente como uma época de inovação e maior prosperidade, é por volta desta altura que começam a surgir novas técnicas no sector agrícola, que contribuem para o aumento da produção, o comercio na cidade reaparece, dando-se um “acordar”  dos centros urbanos por toda a Europa.

Numa perspectiva histórica ainda podemos referir que o aumento do poder da igreja e a formação de identidades próprias nas monarquias europeias  contribuiu directamente para as mudanças da época, tanto ao nível económico, comercial e agrícola, como também ao nível social.

A religião praticada na altura, a religião cristã, encontrava-se em ascensão, o estilo gótico veio substituir o seu antecessor, o românico, mostrando-se muito mais imponente, mais verticalizado e sobretudo mais urbano, concebendo uma ideologia de teocentrismo extremo por toda a Europa, mantendo por sua vez a importância da igreja que se sobrepunha perante os monarcas.

No que toca à evolução da moda em concreto, podemos dizer que também foi um período de mudanças e adaptações. Verifica-se uma vez mais unidade no visual um pouco por todo o globo, contribuindo para este fenómeno a união dos diversos povos através das cruzadas. As roupas passam então a receber um traço pessoal de vários países, o que modifica um pouco o aspecto do vestuário no seu geral e o orienta numa direcção especifica a seguir por monarquias distintas na Europa.

Neste período começa-se também por dar mais importância à silhueta dos corpos, mostrando-se particularmente vestidos onde é evidenciada a cintura e todas as formas do tronco feminino. No calçado por sua vez surgem os sapatos de bico fino, bico este que representa o grau do nobreza, evidenciando assim a necessidade de ostentar toda a riqueza, de forma a confirmar o seu estatuto.

O período da Europa gótica, entre o final da idade média e inicio do renascimento, é de extrema importância pois é aqui que surge o conceito da moda e a necessidade de ter algo único, peças exclusivas que os diferenciassem dos demais. Este conceito surge também associado à diferenciação dos sexos, da classe social e como uma forma de criar uma identidade muito própria, um “estilo” único, ligando-se também ao aspecto sazonal da moda.


Picture
Feito por: Ana Pato