Como surgiram os nossos queridos jeans que tanto adoramos?

Picture
Em 1850, milhares de europeus imigraram para os Estados Unidos em busca de ouro e outras riquezas. Em contrapartida, a falta de comércio e outras necessidades eram bastante acentuadas. É neste contexto que um jovem alemão, chamado Levis Strauss, apostou no comércio, mais especificamente na fabricação de calças e macacões para os garimpeiros, como um uniforme barato e duradouro. O sucesso foi determinado na hora, os exploradores precisavam de roupas resistentes que lhes dessem elasticidade.

  Eram roupas que jamais alguém pensou em vestir em qualquer outro momento, que não fosse para o trabalho.
A maioria dos empregados sentiam tanta vergonha de sair com esse tipo de roupa para a rua, que era costume a troca, antes e depois de terminado o horário de trabalho.



Os anos foram passando e a roupa que estava destinada unicamente aos trabalhadores, virou febre em todos os países regidos pelo capitalismo. O jeans marcou presença em produções que marcaram a história do mundo cinematográfico americano, na década dos hippies, usados como uniforme, tanto em penitenciárias quanto em colégios, e sendo hoje a roupa mais vendida do planeta.


  Curiosidade: Na década de 70 Calvin Klein causou polémica ao utilizar o jeans pela primeira vez em um desfile de moda. A partir daí o jeans conquistou o mundo e hoje é usado por pessoas de todas as idades e em todos os estilos.